DetailPage-MSS-KB

Base de Dados de Conhecimento

ID do artigo: 102908 - Última revisão: quarta-feira, 19 de outubro de 2005 - Revisão: 2.0

Para uma versão deste artigo do Microsoft Windows XP, consulte 314067  (http://support.microsoft.com/kb/314067/PT-BR/ ) .

Sumário

Os utilitários ARP, PING, FTP, NETSTAT e NBTSTAT podem fornecer informações úteis ao tentar determinar a causa de problemas de rede TCP/IP com o Windows. Abaixo está uma lista de possíveis sintomas de TCP/IP com recomendações para uso desses utilitários no diagnóstico de problemas. Embora não seja uma lista completa, são exemplos de como você deve usar esses utilitários para localizar problemas na rede.

Mais Informações

P: Como posso determinar se TCP/IP está instalado corretamente em um sistema Windows?

R: Tente utilizar PING no sistema local digitando o endereço de loopback IP de 127.0.0.1 na linha de comando:
ping 127.0.0.1


O sistema deve responder imediatamente. Se PING não for encontrado ou o comando falhar, verifique o log de evento com o Visualizador de Eventos e procure os problemas reportados pela Instalação ou pelo serviço de TCP/IP. Você também deve tentar utilizar PING com os endereços IP de sua(s) interface(s) local(is) para determinar se o IP foi configurado de modo adequado. O uso com êxito de PING indica que a camada de IP, no sistema-alvo, provavelmente é funcional.

P: Como posso determinar se o serviço de Servidor FTP está instalado corretamente em um sistema Windows?

R: Tente utilizar FTP, no sistema local, digitando o endereço de loopback IP na linha de comando:
ftp 127.0.0.1


A interação local com o servidor é idêntica à interação esperada para outros clientes Windows (e a maioria de UNIX). Esse comando também pode ser utilizado para determinar se os diretórios, as permissões etc., do serviço de Servidor FTP, estão configurados corretamente.

P: O que causa um Erro 53 quando tento me conectar a um servidor do Windows NT, do Windows para Workgroups ou do Microsoft LAN Manager?

R: O Erro 53 é retornado quando o nome do computador especificado não pode ser resolvido. Se o computador estiver na sub-rede local, confirme se o nome está escrito de modo correto e se o sistema-alvo também está executando TCP/IP. Se o computador não estiver na sub-rede local, certifique-se de que o seu nome e o seu mapeamento de endereço IP estejam disponíveis no arquivo LMHOSTS. Se tudo parecer estar instalado corretamente, tente utilizar PING com o sistema remoto para certificar-se de que o software de TCP/IP seja funcional.

P: Após ter adicionado um novo mapeamento ao arquivo LMHOSTS, o que posso fazer se a conexão ao servidor demorar um tempo anormalmente longo?

R: Um arquivo LMHOSTS grande, com uma entrada no final do arquivo, possivelmente seguindo alguns #INCLUDEs, poderia causar esse comportamento. Você pode fazer duas coisas para acelerar o tempo de conexão: marcar a entrada como uma entrada pré-carregada ao seguir o mapeamento com a tag #PRE e utilizar o comando NBTSTAT -R para atualizar o cache do nome local de imediato ou colocar o mapeamento mais alto no arquivo LMHOSTS.

O arquivo LMHOSTS é analisado em seqüência para localizar entradas não #PREcarregadas. Portanto, você deve, freqüentemente, colocar as entradas usadas próximas ao topo do arquivo e as entradas #PRE próximas à parte inferior.

P: O que devo fazer se os usuários tiverem dificuldade para se conectar a um servidor particular, mesmo ao especificar o mesmo nome?

R: Utilize o comando NBTSTAT -N para determinar (de forma autoritária) que nome o servidor registrou na rede. A saída desse comando relaciona vários nomes que o sistema registrou utilizando NetBIOS sobre TCP/IP. Uma assemelhação do nome do computador do sistema deve estar presente. Caso contrário, tem um dos outros nomes únicos exibidos. O comando NBTSTAT também pode exibir as entradas em cache para os sistemas remotos #PREcarregados do LMHOSTS ou nomes para os recentemente solucionados devido à atual atividade da rede. Se o nome que os usuários remotos estão utilizando for o mesmo e os outros sistemas estiverem em uma sub-rede remota, certifique-se de que eles tenham o mapeamento do sistema no arquivo LMHOSTS.

P: O que devo fazer quando não conseguir me conectar aos sistemas externos com nomes de host que utilizam TELNET, FTP etc., mas somente utilizando endereços IP?

R: Utilizando o ícone Rede no Painel de Controle, verifique a configuração de resolução do nome de host (encontrada sob a opção Conectividade TCP/IP) para certificar-se de que a instalação adequada de HOSTS e DNS foi configurada para o sistema. Se estiver utilizando o arquivo HOSTS, certifique-se de que o sistema remoto esteja escrito no arquivo da mesma maneira que é utilizado pelo aplicativo. Se estiver utilizando DNS, tenha certeza de que os endereços IP dos servidores DNS estejam corretos e na ordem certa. Para determinar se o nome de host está sendo solucionado de modo adequado, tente utilizar PING com o sistema remoto digitando o nome de host e o endereço IP.

P: O banner exibido quando estou utilizando TELNET com um computador particular identifica um computador diferente daquele ao qual pretendo me conectar, mesmo quando específico o endereço IP correto. Como isso pode ocorrer?

R: Situações como essa geralmente aparecem quando dois sistemas na mesma rede estão configurados (erroneamente) com o mesmo endereço IP. O mapeamento da Ethernet e do endereço IP é feito pelo módulo de protocolo de resolução de endereços (ARP), que aceita a primeira resposta que recebe. Assim, a resposta do computador impostor, às vezes, retorna antes da resposta do computador de destino. Esses problemas são difíceis de isolar e localizar. O comando ARP -g exibe os mapeamentos no cache ARP. Se você sabe o endereço da Ethernet para o sistema remoto de destino, pode facilmente determinar se os dois combinam. Caso contrário, tente utilizar ARP D para excluir a entrada, então PING o mesmo endereço (forçando um novo mapeamento de ARP) e verifique novamente o endereço da Ethernet, no cache, utilizando ARP -g. As chances são que, se os sistemas estiverem na mesma rede, você ocasionalmente receba uma resposta diferente. Se não, talvez você precise filtrar o tráfego do host impostor para determinar o proprietário ou o local do sistema.

P: O que devo fazer quando uma conexão TCP/IP para um sistema remoto parece estar desativada?

R: O comando NETSTAT -a mostra o status de toda atividade nas portas TCP e UDP no sistema local. O estado de uma boa conexão TCP é normalmente estabelecido com 0 bytes nas filas de envio e de recebimento. Se os dados estiverem bloqueados na fila ou se o estado for irregular, provavelmente haverá um problema com a conexão. Se não, provavelmente você está tendo um retardo de rede ou de aplicativo.

P: O que devo fazer quando a caixa de diálogo da configuração de TCP/IP relata: "O gateway padrão não pertence a uma das interfaces configuradas. Deseja alterá-lo?"

R: Esse erro indica que o gateway padrão não está localizado na mesma rede lógica que uma das interfaces instaladas no sistema. Isso é determinado ao comparar a parte de código da rede do gateway padrão (ao computar uma operação a bit entre a máscara de sub-rede e o gateway padrão) e a(s) identificação(ões) de rede de qualquer uma das interfaces instaladas. Por exemplo, um sistema com uma única interface configurada com um endereço IP de 102.54.0.1 e uma máscara de sub-rede de 255.255.0.0 requereriam que o gateway padrão fosse da forma 102.54.a.b, pois a parte de código da rede da interface de IP é 102.54.

A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 2000 Server
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
  • Microsoft Windows 2000 Professional Edition
  • Microsoft Windows 2000 Datacenter Server
  • Microsoft Windows NT Advanced Server 3.1
  • Microsoft Windows NT Server 4.0 Standard Edition
  • Microsoft Windows NT Workstation 3.1
  • Microsoft Windows NT Workstation 4.0 Developer Edition
Palavras-chave: 
kbnetwork KB102908
Partilhar
Opções de suporte adicionais
Fóruns de Suporte da Comunidade Microsoft
Contacte-nos directamente
Encontre um parceiro certificado Microsoft
Loja Microsoft