DetailPage-MSS-KB

Base de Dados de Conhecimento

ID do artigo: 300202 - Última revisão: segunda-feira, 8 de março de 2004 - Revisão: 3.0

Este artigo foi publicado anteriormente em BR300202

Nesta página

Sumário

O sistema de nomes de domínios (DNS) é a principal ferramenta de resolução de nome usada na Internet. O DNS manipula a resolução entre os nomes de host e os endereços da Internet. Este guia passo a passo descreve como configurar o DNS para acesso à Internet.

Iniciando com um servidor autônomo com Windows 2000

Este servidor transforma-se em um servidor DNS da rede. Na primeira etapa, você atribui esse servidor a um endereço IP estático. Os servidores DNS não devem usar endereços IP atribuídos dinamicamente, pois uma alteração dinâmica de endereço poderia fazer com que os clientes perdessem contato com o servidor DNS.

Etapa 1: Configurar o TCP/IP

  1. Clique em Iniciar, aponte para Configurações e clique em Painel de controle.
  2. Clique duas vezes em Conexões dial-up e de rede.
  3. Clique com o botão direito do mouse em Conexão de rede local e clique em Propriedades.
  4. Clique em Protocolo Internet (TCP/IP) e clique em Propriedades.
  5. Atribua a esse servidor um endereço IP estático, uma máscara de sub-rede e um endereço de gateway.
  6. Clique em Avançadas e clique na guia DNS.
  7. Clique em Acrescentar sufixos DNS primário e específicos de cada conexão.
  8. Clique para marcar a caixa de seleção Acrescentar sufixos pai do sufixo DNS primário.
  9. Clique para marcar a caixa de seleção Registrar os endereços desta conexão no DNS.

    Lembre-se de que os servidores DNS baseados no Windows 2000 devem apontar para eles mesmos em DNS. Se o servidor precisar identificar nomes de seu provedor de serviços de Internet, será necessário configurar um encaminhador. Os encaminhadores serão abordados mais adiante neste artigo.
  10. Clique em OK para fechar as propriedades de Configurações TCP/IP avançadas.
  11. Clique em OK para aceitar as alterações da configuração de TCP/IP.
  12. Clique em OK para fechar as propriedades das conexões de área local.

    OBSERVAÇÃO: Se você receber um aviso do serviço de cache do DNS Resolver, clique em OK para descartar o aviso. O resolvedor de cache está tentando entrar em contato com o servidor DNS, mas você ainda não concluiu a configuração do servidor.

Etapa 2: Instalar o servidor DNS da Microsoft

  1. Clique em Iniciar, aponte para Configurações e clique em Painel de controle.
  2. Clique duas vezes em Adicionar ou remover programas.
  3. Clique em Adicionar ou remover componentes do Windows.
  4. O Assistente de componentes do Windows será iniciado. Clique em Avançar.
  5. Clique em Serviços de rede e clique em Detalhes.
  6. Clique para marcar a caixa de seleção Sistema de nomes de domínios (DNS) e clique em OK.
  7. Clique em OK para iniciar o Programa de Instalação do servidor. Os arquivos de ferramentas e do servidor DNS serão copiados para seu computador.

Etapa 3: Configurar o servidor DNS usando o gerenciador DNS

Estas etapas o orientam pela configuração do DNS, usando o snap-in Gerenciador DNS no Microsoft Management Console (MMC).
  1. Clique em Iniciar, aponte para Programas, aponte para Ferramentas administrativas e clique em DNS.
  2. Clique com o botão direito do mouse em Zonas de pesquisa direta e clique em Nova zona.
  3. Quando o Assistente para nova zona for iniciado, clique em Avançar. Será solicitado o tipo de zona. Os tipos de zona incluem:
    • Integrada ao Active Directory: uma zona integrada ao Active Directory que armazena as informações de zona DNS no Active Directory, em vez de em um arquivo .dns.
    • Primária padrão: uma zona primária padrão que armazena as informações de zona DNS em um arquivo de texto .dns em vez de no Active Directory.
    • Secundária padrão: uma zona secundária padrão que copia todas as informações do servidor DNS mestre. Um servidor DNS mestre pode ser uma zona do Active Directory, primária ou secundária, configurada para transferências de zona. Lembre-se de que não é possível modificar os dados da zona em um servidor DNS secundário. Todos esses dados são copiados do servidor DNS mestre.
  4. A nova zona de pesquisa direta deve ser uma zona primária ou integrada ao Active Directory para poder aceitar atualizações dinâmicas. Clique em Primária e clique em Avançar.
  5. A nova zona contém os registros do localizador desse domínio com Active Directory. O nome da zona deve ser igual ao nome do domínio com Active Directory ou um recipiente DNS lógico desse nome. Por exemplo, se o nome do domínio com Active Directory for "support.microsoft.com", o nome de zona válido será somente "support.microsoft.com".
  6. Aceite o nome padrão para o novo arquivo de zona. Clique em Avançar.

    OBSERVAÇÃO: Os administradores experientes de DNS talvez queiram criar uma zona de pesquisa inversa e são encorajados a explorar essa ramificação do assistente. Um servidor DNS pode resolver duas solicitações básicas: uma pesquisa direta e uma pesquisa inversa. A pesquisa direta é mais comum. Ela resolve um nome de host para um endereço IP com um registro "A" ou de recurso de host. Uma pesquisa inversa resolve um endereço IP para um nome de host com um PTR ou registro de recurso de ponteiro. Se existirem zonas DNS inversas configuradas, será possível criar automaticamente registros inversos associados durante a criação do registro direto original. Para obter mais informações sobre configuração de DNS inverso, clique no número do artigo a seguir para exibir esse artigo na Microsoft Knowledge Base:
    174419  (http://support.microsoft.com/kb/174419/ ) How to Configure a Subnetted Reverse Lookup Zone on Windows NT
Um servidor DNS com Windows 2000 segue etapas específicas no processo de resolução de nome. Um servidor DNS primeiro consulta seu cache, em seguida verifica os registros da zona, envia as solicitações para os encaminhadores e, finalmente, tenta a resolução usando servidores raiz.

Por padrão, um servidor DNS da Microsoft conecta-se à Internet para incrementar o processo de solicitações de DSN com dicas de raiz. Quando você usa a ferramenta Dcpromo para promover um servidor a um controlador de domínio, o controlador de domínio exige DNS. Se você instalar o DNS durante o processo de promoção, obterá uma zona raiz. Essa zona raiz informa ao servidor DNS que ela é um servidor Internet raiz. Portanto, o servidor DNS não usa encaminhadores ou dicas de raiz no mesmo processo de resolução de nome.

Para remover a zona DNS raiz

  1. No Gerenciador DNS, expanda o objeto DNS Server. Expanda a pasta Zonas de pesquisa direta.
  2. Clique com o botão direito do mouse na zona "." e clique em Excluir.
O Windows 2000 pode se beneficiar dos encaminhadores de DNS. Esse recurso encaminha solicitações de DNS a servidores externos. Se um servidor DNS não conseguir encontrar um registro de recurso nessas zonas, poderá enviar a solicitação a outro servidor DNS para obter outras tentativas na resolução. Uma situação comum seria configurar encaminhadores para os servidores DNS do provedor de serviços de Internet.

Para configurar encaminhadores

  1. No Gerenciador DNS, clique com o botão direito do mouse no objeto DNS Server e clique em Propriedades.
  2. Clique na guia Encaminhadores.
  3. Clique para marcar a caixa de seleção Ativar encaminhadores.
  4. Na caixa Endereço IP, digite o primeiro servidor DNS para o qual deseja encaminhar e clique em Adicionar.
  5. Repita a etapa 4 até terminar de adicionar todos os servidores DNS para os quais deseja encaminhar.

Para configurar dicas de raiz

O Windows permite o uso de dicas de raiz. Os registros do recurso Dicas de raiz podem ser armazenados no Active Directory ou em arquivos de texto (arquivos %SystemRoot%\System32\DNS\Cache.dns). O Windows usa o servidor raiz Internic padrão. Além disso, quando um servidor com Windows 2000 consulta um servidor raiz, atualiza-se com a lista mais recente de servidores raiz.
  1. Clique em Iniciar, aponte para Programas, aponte para Ferramentas administrativas e clique em DNS.
  2. No console de gerenciamento do DNS, clique com o botão direito do mouse no nome do servidor e clique em Propriedades.
  3. Clique na guia Dicas de raiz. Os servidores raiz do servidor DNS são listados nessa guia.

    Se a guia Dicas de raiz não estiver disponível, o servidor será configurado como raiz. Consulte a seção "Para remover a zona DNS raiz" neste artigo. Talvez seja necessário usar dicas de raiz personalizadas diferentes do padrão. Entretanto, uma configuração que aponte para o mesmo servidor das dicas de raiz é sempre incorreta. Você não deve modificar as dicas de raiz. Se as dicas de raiz estiverem incorretas e precisarem ser substituídas, consulte o seguinte artigo na Microsoft Knowledge Base:
    249868  (http://support.microsoft.com/kb/249868/ ) Replacing Root Hints with the Cache.dns File

Para configurar o DNS atrás de um firewall

Os dispositivos proxy e de conversão de endereços de rede (NAT) podem restringir o acesso a portas. O DNS usa a porta UDP A e a porta TCP 53. O console de gerenciamento de serviço do DNS também usa RCP. RCP usa a porta 135. Esses são os possíveis problemas que poderiam surgir durante a configuração do DNS e de firewalls.

REFERÊNCIAS : Para obter mais informações, clique no número de artigo a seguir para exibir o artigo na Microsoft Knowledge Base:
237675  (http://support.microsoft.com/kb/237675/ ) Setting Up the Domain Name System for Active Directory

A informação contida neste artigo aplica-se a:
  • Microsoft Windows 2000 Advanced Server
  • Microsoft Windows 2000 Server
Palavras-chave: 
kbhowtomaster KB300202
Partilhar
Opções de suporte adicionais
Fóruns de Suporte da Comunidade Microsoft
Contacte-nos directamente
Encontre um parceiro certificado Microsoft
Loja Microsoft